Backup

quem não faz, um dia vai se arrepender; MUITO!

.

.

Antivírus, firewall, AntiSpam, HD de qualidade, nobreak… Existem milhões de formas de proteger os equipamentos e dados,

mas a real proteção dos dados só é possível com backups. Quem não tem faz uma cópia dos dados digitais (fotos, aulas, arquivos),

um dia vai perdê-los. Isso não é praga, é regra.


.

.

Existem várias formas de fazer backups, uma sempre se adapta ao bolso e à rotina:
.

.

Pendrive:

Custo: baixo
Segurança: baixa
Espaço: pouco (2 – 64 gigas)
Mobilidade: alta

Para quem: precisa de alta mobilidade e pouco espaço

.

Os estudos em pendrives e HDs mostram que a confiança deles cai muito depois de dois anos.

Nunca perdi dados que simplesmente desaparecessem do pendrive, porém, vejo dois problemas graves com está mídia:
1º. número alto de falsificações – pendrives de baixa qualidade, com logo de marcas conhecidas.
2º. é comum a perda do pendrive – nunca perdi dados por vírus, mas por perda de pendrive… :(

Os pendrives tendem a desaparecer rapidamente com o crescimento dos espaços virtuais em nuvens.


.

.

Hd Externo:

Custo: médio
Segurança: media
Espaço: bom  (500 gigas – 4 tera)
Mobilidade: baixa

Para quem: precisa de um bom espaço e não precisa levar seus dados para outros locais.

.

O HD externo é uma opção rápida e prática para backup. O HD também diminui a confiabilidade com dois anos de uso, entretanto, ainda assim é mais seguro que os pendrives.
Já perdi dados com HDs, era um HD de uma marca de segunda linha que queimou. Nunca tive problemas com HDs da Stargate e Samsung.

Uma opção interessante dos HDs externos e servidores é configurar um software para fazer os backups automaticamente, sem que você precise se preocupar em fazê-los.
Gosto das duas opções abaixo:

– GoodSync (pago)
.

– PureSync (gratuito)

O goodsync, como todo programa pago, é um pouco mais fácil de programar e de visualizar as funções. Mas o puresync faz todas as funções necessárias para um backup.

.

.

Usando o Goodsync para fazer o backup:

..


.

Disco Óptico – CD/DVD/Blue-Ray:

Custo: baixo
Segurança: media
Espaço: 4 giga/dvd
Mobilidade: alta

Para quem: precisa de um segundo backup de segurança. Para quem precisa levar os dados para algum lugar e não confia no computador que irá usar.

.

Os CD/DVD/Blue-Ray são opções baratas de backup. Como desvantagem, pode-se citar o fato de os backups precisarem ser feitos manualmente e são demorados.
Existe muito questionamento sobre a segurança em backups destas mídias. Fala-se que o cd seria mais seguro que o dvd e o dvd mais seguro que o blue-ray. Isso pelo fato de que as informações nessas mídias são feitas em linhas que ciruculam a mídia. Para colocar mais informação, teria que tornar a linha mais fina para dar mais voltas na mídia, o que aumentaria o risco de erro. Discutível!

Acredito que a qualidade da mídia é mais importante que tudo isso.
Os meus primeiros backups foram em CDs. Nunca perdi nenhuma informação gravada neste tipo de midia de boa qualidade, mas CD/DVDs de segunda linha ou falsificados duraram 5 anos na minha mão, depois descascaram e não funcioanaram mais. Não tenho experiência com Blue-ray.
Uma vantagem desta mídia é que ela resiste bem a umidade, ao contrario de todas as outras. Quando eu morava no litoral (bons tempos!) só usava este tipo de mídia para backup.

Outra vantagem é que em CD/DVD não entra vírus. Você pode levar sua mídia de um lado para o outro e não será contaminado, em contrapartida para gravar informações precisa de software para isso.


.

.

Fita Magnética:

Custo: baixo
Segurança: alta
Espaço: alto
Mobilidade: baixa: difícil achar leitores

Para quem: precisa de muito espaço e tem pouca grana! Boa opção para Backup acima de 2-3 Tera para quem não tem condições de comprar um servidor.

.

O mesmo estilo de fitas usadas para musicas (K7) e vídeos (VHS), também podem ser usadas para gravar dados. Esta mídia tem boa segurança, bom preço e um espaço muito grande para backup. A desvantagem está no custo dos gravadores, certamente mais alto que gravadores de CDs e DVDs. Outra desvantagem é que para ler informações gravadas no começo das fitas ela tem que ser rebobinada. Haja paciência!


.

.

Servidor:

Custo: alto
Segurança: alta
Espaço: alto
Mobilidade: alta – acesso via internet

Para quem: acredito que este tipo de backup fica reservado a pessoas que trabalham na área de tecnologia ou para empresas que tenham este tipo de suporte. A configuração é difícil, o processo de backup nos servidores caseiros é demorado, o barulho incomoda. Hoje não compraria mais um servidor para minha casa. Usaria um HD virtual.

Logicamente que servidores profissionais são outra historia, mas o custo é alto.

.

.

Os servidores são opções mais caras. Eles têm processadores e sistemas próprios.
As vantagens do servidor são que ele permite que os dados fiquem 24h disponíveis e podem ser acessados de qualquer lugar, desde que devidamente configurado.

Os servidores podem fazer muito mais que apenas backups,  este assunto mereceria um post próprio. Para saber mais sobre servidores clique aqui.

O custo pode ir de alguns reais, para um servidor caseiro, até alguns milhares para servidores profissionais.

Meu servidor caseiro (storage) custou R$ 700,00, é de difícil configuração e faz um muito barulho. Outro problema é que ele é muito lerdo para backups pesados.

Para se ter uma ideia de custo, o Servidor onde são feitos os testes para o sistema deste site (www.portalctea.comb.r) custou inicialmente R$20.000,00.

Quando o servidor vale a pena: para usuários domésticos o servidor vale pena ser montado no caso de você ter um desktop que não esta mais sendo usado. Algumas placas e um pequeno upgrade é o suficiente para torna-lo um bom servidor.


.

.

HD virtual – Nuvens:

Custo: baixo
Segurança: alta
Espaço: médio a alto
Mobilidade: altíssima…

Para quem: todo mundo pode usar pelo menos as opções gratuitas, vale a pena.

.

Esse com certeza será o sistema de backup do futuro. As informações em nuvens (internet) tomarão conta da vida das pessoas. Daqui cinco anos, andar com pendrive será tão démodé como usar um discman hoje.

Uma das vantagens é o compartilhamento, você pode disponibilizar um arquivo para qualquer um em qualquer lugar. Também é possível torná-lo público (veja no vídeo).

Opções de armazenamento virtual:

.m

MEGA– (50 gigas de espaço) – o mega tem muito espaço disponível. O Mega é a melhor opção para quem precisava de grandes espaços na nuvem.

4Shared – (10 gigas de espaço, upload de arquivos de ate 200 megas na versão gratuita) – programa bem visual, fácil de mexer, mas as opções de sincronização deixam a desejar em relação ao Dropbox. Ele se confunde quando você usa vários computadores na sincronização. Mas para backup é ótimo.

Dropbox – (2 gigas de espaço, upload de arquivos não especificado) – apesar de ser o que menos oferece espaço gratuito dos programas aqui relacionados, ele é o mais fácil e trabalhar. Muito intuitivo, excelente para quem trabalha com vários computadores; não da erro!

Outra vantagem é que quando você compartilha algum arquivo por link, é possivel fazer download imediato, já nos outros tem tempo de espera (veja no vídeo).

A vantagem do dropbox é que você pode recomendar seus amigos e ganhar mais espaço por isso. É possível chegar até 8 gigas o que torna o aplicativo ainda mais útil.

Zumo – (2 gigas de espaço, upload de arquivos não especificado) – cria um HD virtual no seu computador e partir dali o que você gravar neste HD virtual vai para o zumo.  Prefiro o Dropbox! Principalmente pelo fato de que, no Dropbox, fica uma copia dos arquivos no computador e outra na nuvem.

Vídeo mostrando as principais funções e diferenças entreo Dropbox, 4sahre, Megaupload, ZumoDrive:

Anúncios

Sobre Edmar Stieven Filho

Médico Ortopedista - Professor de Ortopedia da UFPR - Coordenador da Pós-graduação de Artroscopia e Traumatologia do Esporte da UFPR
Esse post foi publicado em Tecnologia e marcado , , , . Guardar link permanente.

8 respostas para Backup

  1. janivaldo disse:

    ja estou a montar um

  2. Caro Edmar, de minha parte posso lhe dizer que fiz todo meu doutorado (Psicologia) e há mais de 6 anos não sei o que é o Windows. O freeofice (antigo Broffice) dá conta de 99% de nossas necessidades; o Gimp faz as vezes de Photoshop (é verdade que este é mais bonito e intuitivo, ponto para software proprietário); o Live Writer, pelo que percebi, gerencia blogs, e isso há aos montes no software livre. Por fim, o Cantasia é quase insuperável, mas tem o Tibesti e o Mydesktop-record que estão chegando lá.
    Parabéns por suas video-aulas, vc está virando nosso prof. Khan nacional :-) . Eu confesso que cheguei ao seu Blog pelas dicas do Mendeley, que uso corretamente no Linux.
    Sucessos,

  3. Prezado prof. Edmar, há também o serviço UbuntuOne – que disponibiliza 5Gb – o que é bem melhor do que os concorrentes gratuitos. Eu uso para sincronizar arquivos que esteja trabalhando, deixar apresentações na “nuvem” e mesmo para fazer backup de arquivos “vitais”.
    Embora tenha nascido dentro da família Ubuntu (Linux), atualmente também pode ser acessado por usuários Windows.
    abçs,

    • Ola. Fantastica dica. Fiz uns testes e o servico eh muito bom. Tem um app para os smartphones android que fuciona muito bem. Ja estou usando no dia a dia. Assim que eu tiver um tempo vou atualizar o post com essa ferramenta.
      Tentei migrar para ubuntu ha algum tempo, mas tive muita preguica de instalar todos meus perifericos e principalmente nao sei como ficar sem o office, live writer, photoshop e o cantasia, meu editor de video. Assim prefiro ficar estagnado no meu xp que uso ha qse 10 anos, mas o dia que for para migrar vou para linux com certeza em nome da liberdade.
      Att

  4. Theonryzoobby disse:

    quello che stavo cercando, grazie

  5. Kacia disse:

    Você tem toda razão ainda estou com um nó na barriga porque pensei que ia perder tudo no computador, por esquecer de fazer backup, mas ainda bem que conseguimos restaurar. A partir de hoje vou deixar programado para ser feito todos os dias…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s